[Professor] Eskarina MacOgma

Ir em baixo

[Professor] Eskarina MacOgma

Mensagem por Arquivista em Dom Jan 02, 2011 4:47 pm

Eskarina MacOgma escreveu: Nome Completo: Eskarina Scoth MacOgma
Local de Nascimento: Inverness - Highland, Escócia
Nomes dos Pais: James e Aliena
Irmãos: não tem
Cor dos cabelos: Negros
Cor dos olhos: Verdes
Cor da pele: muito branca, quase pálida
Altura: 1,79 m
Animais: Tem um corvo, chamado "Draven".
Comida preferida: Pudim Yorkshire com Rosbife, e adora chocolate.
Cor preferida: Vermelho.
Livro preferido: Mitologia e Lendas Antigas.
Matéria preferida: DCAT e Transfiguração, sendo uma animaga registrada desde os 16 anos. Forma de um gato preto de olhos verdes.
Hobby: Ler, ver filmes em cinemas de trouxas(costume herdado do pai) , voar.

Varinha:

Spoiler:
Revestimento: Espinheiro Branco. É uma madeira de energia pura e totalmente voltada para magia da luz.Tão rara e complexa de ser trabalhada que precisa de um ritual para que possa ser cortada.
Cerne: Pena de Cauda de Fênix. Núcleo popular devido a sua versatilidade e potência. Amplamente indicado para DCAT, mas também muito bom com feitiços e azarações. Muito utilizado por bruxos da luz, pode impedir magia das trevas e raramente é vista nas mãos de um desses bruxos. COM Cabelo de Hipogrifo. Hipogrifos são animais nobres, porém temperamentais, característica que é transmitida à suas varinhas. Se o portador não dá a elas o devido respeito à magia se torna volátil e imprecisa. É um núcleo versátil, bom pra qualquer magia.
Tamanho: 23,5 cm
Flexibilidade: Flexível. É a rigidez padrão das varinhas, não influencia muito no aprendizado, sendo boa para qualquer tipo de bruxo.

Formação Acadêmica e Profissional :

• Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.
• Curso do Ministério da Magia para Aurores. Formada aos 18 anos, começou sua carreira como Auror, sendo reconhecida como uma das melhores de seu tempo.
• Estagiou por um ano em Durmstrang a fim de conhecer as técnicas de ensino da instituição. Viajou o mundo conhecendo diversas formas de artes das trevas e suas formas de defesas e anulação, e também a cultura dos povos orientais e latinos.
• Defendeu uma tese junto à Universidade de Magia da Grã-Bretanha sobre os Lobisomens : “Vilões ou Vitimas”. A tese elaborada depois de exaustivas pesquisas, foi publicada em forma de livro em parceria com seu amigo Christopher Carvahal, que hoje é de grande ajuda na identificação e tratamento dos infectados.
• Atualmente ocupa o cargo de Vice-Diretora e Professora de Defesa contra as Artes das Trevas no colégio onde estudou: Hogwarts.

Idiomas :Inglês, Gaélico, Espanhol e Búlgaro.

Sua história antes de chegar a Hogwarts:


Eskarina Scoth MacOgma, ou Esk MacOgma, nasceu no dia 18 de fevereiro na Escócia. Seus pais, James,curandeiro chefe do St Mungus e Aliena, uma grande Herbologista, tem um belo Rancho ao Sul de Inverness, próximo ao Lago Ness. Este é o lugar que ela chama de Lar.

Durante a infância de Esk, ela sempre teve tudo o que queria ou precisava, mas nunca foi mimada. O que mais gostava de fazer era sair voando no fim da tarde e ficar sentada próxima ao lago, na esperança que Nessie aparecesse... Teve êxito diversas vezes e adorava isso!

Formada em Hogwarts, sua casa era e sempre será a Grifinória, apesar de ser uma verdadeira arteira e estar sempre metida em problemas, era uma boa aluna e se dava bem na maioria das matérias, com exceção de Adivinhação. Apesar de gostar bastante, não conseguia entender como ver o futuro nas borras de chá ou numa bola de cristal, mas adorava que fizessem isso para ela!

Aprender era (e é) um dom natural e as matérias que mais gostava era DCAT, Transfiguração e Feitiços, levando no futuro a se tornar uma animaga,- assumindo a forma felina - o que foi um ponto adicional na aprovação para o cargo de Auror.

Quando terminou o treinamento, mesmo precocemente, se tornou um das melhores aurores de sua época. Viajou o mundo todo se especializando nas inúmeras formas de combate as magias das trevas e se infiltrando em clãs e grupos a fim de conhecer a fundo as variações da diversos feitiços, com voodoo, Hoodoo, vampirismo psíquico e físico, feitiços latinos, possessões , venda de almas e também conhecendo as diversas formas de criaturas das trevas e como defender-se delas e até mesmo evitá-las.

Tinha certa fixação por Vampiros e Lobisomens, estudando seus costumes, formas, comportamento. Pois ela tinha aprendido por experiência própria que os conceitos pré-estabelecidos sobre essas criaturas eram insuficientes nos dias atuais, já que muitas delas não viviam mais às margens da sociedade, tentando levar uma vida normal, ou tão normal quanto suas condições permitissem.

A bruxa casou-se com seu namorado de tempos de escola e também Auror, Nicholas Garriman, mas o rapaz morreu alguns anos depois em uma invasão no Ministério da Magia, entretanto essa história envolve um certo desconforto e é evitada dentro e fora da repartição. (Desde então não mais se relacionaria com ninguém até chegar a Hogwarts, dez anos depois.)

Uma moça muito bonita, magra e alta, sua pele muito branca, contrasta com seu longos cabelos negros e olhos verdes, sempre encantava onde chegava com seu sorriso sincero e seu jeito meio extravagante, desastrado e divertido (o que faz muitas pessoas pensarem como ela conseguiu ser umas das mais bem sucedidas Aurores ). Ela consegue dividir em uma mesma pessoa a atenção e distração, quem a conhece entende o que quero dizer.

Nunca foi muito delicada ou preocupada com vaidade ou coisas da moda, não se acha atraente ou que chame atenção para ela. Seu único vicio estético é com as roupas vermelhas, adora. Na verdade, seu comportamento fora do trabalho, é mais como uma criança que ainda insiste em querer dividir espaço com o adulto da casa.

Contudo, varias pessoas afirmam que mesmo com essa alegria que demonstra, às vezes seus olhos ficam perdidos e tristes. E suas feições assumem um ar duro e sombrio,mas logo volta ao normal, como um devaneio.

Mostrava-se muito amiga e sempre disposta a ajudar quem precisa, mesmo que seja com uma boa conversa (motivo pelo que nas festas ela é vista varias vezes sentada conversando com bruxos mais velhos ou tímidos). Mesmo vinda de uma família tradicional e muito conhecida, não se deixou seduzir pela fama, é a mesma pessoa simples e ao mesmo tempo encantadora de sempre.

Eskarina sempre foi muito verdadeira, dizendo o que realmente pensa, a quem mereça ouvir, esse comportamento em algumas circunstancias são tomadas como arrogância, mas não é. Tenta ser justa, mas quando está certa vai até o fim custe o que custar. E não toma partido em politicagem.

Também passou um ano em Durmstrang, conhecendo as técnicas de ensino da instituição. Já que lá não se aprende somente com se defender das Artes das Trevas , mas sim as próprias. Esse período lhe rendeu experiências em vários feitiços e criaturas que no Reino Unido apenas conheciam por arquivos.

Eskarina não era a favor desse tipo de ensino, mas tinha de concordar que quanto mais conhecesse o mal com que se pretende lutar, melhores serão seus ataques e defesas. Foi nessa época que conheceu o garoto Marcus Alott, um estudante da escola Búlgara, um jovem rebelde, mas brilhante e nos meses que passaram juntos desenvolveram uma relação de ódio e ódio. Vindo a protagonizar algumas situações bem divertidas para ela e extremamente vexaminosa para ele. (No futuro, ela descobriria as razões, mas por hora deixemos a mercê da imaginação de todos.)

Antes de se candidatar a vaga de professora em Hogwarts, deu aula aos novos candidatos a Aurores, sendo sua área de treinamento: duelo, defesa e esconderijos e disfarces. Como educadora, mostrava-se muito exigente, porém nunca autoritária, mas nem era preciso muito para mostrar quem mandava na sala de aula quando ela falava, exercia poder sobre todos. E sempre conseguia fazer com que quase todos aprendessem tudo muito rápido. E os que não conseguiam facilmente, ela se comprometia pessoalmente em ajudá-los.

Muito sábia ainda procura aprender tudo que pode, desde comportamento trouxa ao mínimo detalhe de um feitiço de camuflagem. Muitas vezes teve de se misturar entre eles, para capturar bruxos renegados.

Por ser de família mestiça por parte do pai, passava férias com a família trouxa na Irlanda e em Sevilha, com sua Tia Lyra, a melhor amiga e companheira de maluquices de sua Mãe Aliena.

Tem um corvo desde os dois anos de idade, Draven, que é seu espião e grande amigo. Era comum depois que se formou em Hogwarts, ver pela casa de campo dos pais, um gato preto correndo para lá e para cá com um corvo de companhia.

E depois já quando se tornou Auror, ele sempre esteve com ela, como um companheiro, mensageiro. Ela raramente usa corujas, Draven faz suas entregas. O corvo tem temperamento forte, e muitas manias. Foi considerado funcionário adjacente no grupo de aurores que Esk pertencia, pois muitas vezes sua ligação psíquica com sua dona era uma grande arma nas investidas.

Esk tem um sentido de perigo, todas às vezes que algo ruim estava para acontecer, ela sabia exatamente aonde ir, e quase nunca foi pega de surpresa, há não ser uma vez.

E sua maior relíquia é uma correntinha com uma medalha de madeira, com o formato de um Cavalo d’ Água que ela carrega no pescoço desde criança, ela diz ser uma ligação com sua infância ou como diz aos mais íntimos, uma lembrança de Nessie.[/i]
Porém, isso é apenas o começo e para conhecer essa bruxa seria preciso mais que algumas palavras rabiscadas num papel.
avatar
Arquivista
Admin

Mensagens : 525
Data de inscrição : 30/12/2010

Ver perfil do usuário http://arquivoswp.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum